>::

Que é isso, deputado?


por Cristóvão Feil

Pajelança, no primeiro dia?

Culto religioso em pleno Congresso Nacional?

O presidente de um poder republicano não pode, não tem o direito de participar ou deixar que terceiros participem de ritos místicos-religiosos no recinto de uma instituição pública.

Reverência, oração, preito de natureza transcendental são atos exclusivos da esfera privada dos indivíduos. A um homem público no exercício de suas funções e no espaço público é vedado práticas como a que se vê na fotografia. Que vá, então, para um templo ou terreiro honrar e bendizer as suas divindades.

No Congresso, não!

Fonte: Diário Gauche

::

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s