>::

CHARGES PROVAM QUE MULHER DEVE FICAR LONGE DO PODER


por Lola Aronovich

Quem lê blogs de extrema direita sempre se depara com as charges do paranaense Sponholz, que odeia Lula, PT, MST CUT, e qualquer coisa remotamente ligada à esquerda. Durante as eleições, o chargista foi ficando cada vez mais intolerante. Ele sempre pinta Dilma como um apêndice de Lula, comparando-a, em várias ocasiões, a uma boneca inflável. Quando não destila seu veneno contra Dilma, esse homem que ama tanto as mulheres mira seu alvo contra Marisa, a primeira-dama. Esta charge consegue unir preconceito de gênero com o de classe. Note como Marisa não diz “cirurgias plásticas” (sua única preocupação), mas “prásticas”. Nem falar ela sabe! E Lula, outro analfabeto, pelo menos faz o que todo homem com H deve fazer: mandar sua mulher calar a boca. Ainda no tema “Como as mulheres atrapalham os homens”, esta charge foi publicada pelo jornal gaúcho Zero Hora na segunda-feira. Muita gente boa, como a Claudia e a Cris, já falaram dela. É de autoria de Marco Aurélio, nome que só quem é do Rio Grande do Sul e acompanha o ZH conhece. Mas ele já é dono do ponto há trinta anos e segue sempre a linha editorial do jornal (de direita, como todos os nossos grandes jornais). Tem muita coisa errada com o cartum: a vírgula depois do verem, Lula apontando pro bumbum (minhas costas ficam um pouco mais em cima, mas falo por mim), as palavras que mal cabem nos balões… Mas, óbvio, o pior é seu preconceito explícito. O primeiro personagem pergunta em tom de espanto sobre as fotos de biquíni de Dilma. Pelo jeito, mulher acima de uma certa idade não pode usar biquíni. Aliás, não pode nem ir à praia (sempre surge algum prefeito pré-histórico proibindo mulher “feia” – leia-se fora do padrão único de beleza – de entrar na praia, ainda mais de biquíni, pra não poluir o visual). E Dilma foi chamada de gorda durante a campanha inteira. Certamente ela está dentro do peso regular em qualquer cálculo IMC, mas, se comparada às top models com ossos à mostra das passarelas, ela (e 99% das mulheres do mundo) é obesa mórbida. E, óbvio, como Dilma é mulher, não importa que ela tenha sido eleita para o cargo mais alto do país. Acima de tudo ela tem que ser bela, missão primordial do sexo feminino na Terra. Sem falar que a charge não tem qualquer pé na realidade. Lula jamais reclamaria de Dilma. Foi ele quem a destacou como sua sucessora. E, pra quem vê machismo nisso (oooh, a primeira mulher presidente foi escolhida por um homem, e eleita graças à popularidade dele), fique sabendo que todo mundo tem padrinho político. As pessoas entram na política pela indicação de outras, antes de serem colocadas (através de um partido – não é uma escolha individual!) pra disputar um cargo público. E Dilma não se elegeu pela popularidade de um homem, mas pela excelente aceitação de um governo – um governo do qual ela fez parte, ocupando seu ministério mais poderoso.
Dá pra gente parar de se obcecar pela aparência física da Dilma (e, se não for pedir demais, de todas as
mulheres que não dependem da beleza para sobreviver)? São novos tempos. Temos uma primeira presidenta prometendo que um terço do seu ministério será composto por mulheres. É isso que os cartunistas continuarão fazendo? Avaliar uma a uma das ministras pelo seu valor estético?
E usam o Lula, um homem que só trata bem as mulheres (nessas lindas fotos, nossa querida blogueira Denise se emociona ao encontrar Lula em Seul), para expor o machismo que eles sentem. Sei que é difícil, mas abram suas cabeças sobre o papel das mulheres. Reciclem-se. Vocês
perderam, gente. Acostumem-se.

Fonte: Escreva Lola Escreva

::

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s