>::

Serra quer pagar com livros o serviço sujo da Veja

Serra promete livros a alunos e enfrenta protesto de professora

por Priscila Tieppo, no Terra
Direto de São Paulo

Aproveitando que estava em um ambiente de leitores, o candidato à presidência José Serra (PSDB) disse que pretende implantar um programa para oferecer livros literários a alunos das escolas públicas do Brasil, durante a visita à 21ª Bienal do Livro de São Paulo, neste domingo (15).

“São três livros por cada aluno a partir da 4ª série, gratuitos. Serão 100 milhões de livros por ano para incentivatr a leitura. Aliás, esse programa já existe em São Paulo. Vamos levar para os outros lugares”, afirmou o candidato à imprensa, ressaltando que na capital paulista seriam necessários R$ 60 milhões de investimento.

Em meio às propostas, a professora Lúcia Valéria fazia um protesto solitário na multidão que seguia Serra no evento. Munida com um holerite na mão, que tremia, ela dizia que, com o salário que ganhava, não conseguia comprar sequer um livro. “Esse é o candidato que paga mal aos professores. Votem em qualquer um, menos nele”, gritou, para a contrariedade dos tucanos.

O holerite que ela segurava apontava que a professora de Física da rede de ensino estadual havia recebido R$ 300, mesmo tendo, segundo ela, 40 anos de magistério. “Eles me pagaram isso porque eu fiz uma greve contra esse governo”, disse aos jornalistas presentes.

O secretário de educação do Estado de São Paulo, Paulo Renato de Souza, estava próximo à professora, mas não se manifestou. Dizendo estar com medo, Lúcia não quis dizer seu sobrenome e nem o nome da escola em que trabalha. “Senão, eles vão atrás de mim”.

Sobre o incidente, Serra disse que ela era a única pessoa a reclamar durante toda a sua caminhada na Bienal.

O candidato caminhou por cerca de uma hora e meia pela feira, cumprimentou eleitores, visitou stands, ganhou livros e tirou fotos com crianças.

A 21ª Bienal Internacional do Livro é realizada no Centro de Exposições do Anhembi, na capital. A feira oferece, além de livros, uma programação cultural desenvolvida para despertar o gosto pela leitura entre crianças, jovens e adultos. O evento será encerrado no próximo domingo (22).

PS do Viomundo: O bolsa-livro do Serra, se ele fosse eleito, serviria para pagar os serviços sujos da revista Veja, cuja controladora também é dona de grandes editoras.

Fonte: Viomundo / Terra

::

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s