::

SERRA E A FALTA DE PAIXÃO POLÍTICA

por Lola Aronovich

Serra disse em Minas que, caso ganhe as eleições em outubro, quer que PV e PT governem ao seu lado. Dilma estranhou: como assim? São programas diferentes de governo (um quer o estado mínimo, o outro, um estado atuante). Além disso, o PSDB/DEM fala mal do governo do Lula há no mínimo sete anos. Se o governo é tão ruim, se petistas são petralhas, por que diabos Serra os quer no governo? (E repare que não é aliança, não é apoio no Congresso. É pra fazer parte do governo mesmo).

Eu estava ansiosa pra ver como o tio Rei, que deve ter ordens expressas dos seus patrões na Veja para não criticar Serra sob nenhuma hipótese, reagiria diante dessa declaração. Ele considerou a fala “um ato de civilidade política”. Como todos sabem, Serra é um gentlemanaquela capa histórica da Veja não deixa mentir. Mas tio Rei tem um blog em que diariamente solta os cachorros pra cima do PT. Se o PT não existisse, é bem provável que tio Rei não existisse (porque, afinal, haveria leitores pra quantos posts falando mal de Chavez e Fidel?).

Aliás, se o PT voltar a ser oposição, os blogs de direita vão perder bastante da sua razão de ser, e eles sabem disso. Porque eles não são a favor de alguma coisa (alguém já realmente leu uma defesa entusiasmada do PSDB ou do DEM?), e sim contra. Quem tem militantes que empunham bandeiras de graça são os partidos de esquerda. A direita só vai às ruas se for pra enfrentar a esquerda (caso do clássico confronto da Maria Antonia, entre estudantes do Mackenzie e da USP, em 68). Movimentos como o Cansei não foram exatamente um sucesso de público, né? Raramente a direita vota com orgulho em alguém que acredita. Ela vota apenas contra a esquerda. Ninguém votou com orgulho no Collor, no FHC, no Serra ou no Alckmin, só pra citar as quatro últimas eleições presidenciais. Era apenas o voto anti-Lula. Não há como a direita gostar de algum político, já que, pra ela, governo é uma praga que só serve pra atrapalhar a iniciativa privada, essa sim um modelo de competência e altruísmo.

E esse é um dos principais motivos que o pessoal de direita odeia tanto o pessoal de esquerda. Eles não conseguem entender o que move a nossa paixão. Como a gente pode gostar tanto do governo Lula? Ah, claro, esqueci: eu só gosto do PT porque sou funcionária pública. É, faz dois meses que sou professora universitária de uma federal, e com orgulho. Estudei um monte para cursar mestrado e doutorado, passar num concurso, e agora repassar ao povo o que acredito (educação pública, gratuita, e de qualidade). Mas, sabe? Sou de esquerda desde que me conheço por gente, e isso já tem uns 35 anos. E será que os 75% que aprovam o governo Lula são todos funcionários públicos?

Bom, pelo jeito, até o PSDB aprova o governo do PT, certo? Outro dia Serra disse que nem se considera oposição! Os marqueteiros do PSDB já avisaram que não vão criticar o Lula de jeito nenhum. No máximo, vão criticar partes do governo, centrando-se na Dilma. Em março, um cientista político reuniu-se com 160 tucanos para ensinar-lhes como ser oposição, e o que devem fazer para conquistar votos pro Serra. Algumas regras da cartilha: não fale jamais em privatização, só mostre como a telefonia no país está ótima; nunca compare Lula e FHC e, se alguém vier compará-los, dê o debate como encerrado e diga que são novos tempos; insista que o PT prega a censura e o fim da propriedade privada; não finja ser “povão”, porque não cola, mas exponha-se como alguém esclarecido, um visionário; afirme que os programas do Lula foram todos ideias nossas; use e abuse da internet para difundir ideias, sem agredir e sem usar “argumentos discriminatórios”. No mesmo artigo do Estadão já tem um comentário de quem aprendeu rapidinho: “Essa DILMA é mais feia que tombo de sacy; é mais feia que xerox da busanfa do Mula; á mais feias que forma de faze capeta; é mais feia do que o mensalão; é mais que o mapa do inferno; é mais máscula do que john wayne; credo….XUTA QUE É MACUMBA” (tudo sic). Ah, esses visionários e seus debates de alto nível!

A estratégia do Serra começa a ficar clara: ele vai tentar se passar como o candidato do Lula. Não vai nunca revelar qualquer projeto de governo e muito menos aparecer no palanque com FHC. O que lhe interessa é unicamente se comparar com Dilma, como se ele e ela estivessem sozinhos no mundo, sem partidos, sem programas, sem passado.

Pelo menos os comentaristas do tio Rei foram menos hipócritas que o mestre. Ao ouvirem a declaração de Serra de que gostaria do PT em seu governo, muitos escreveram: “Serra acaba de perder o meu voto”. Pois é, mas vão votar em quem? Deve ser triste nunca votar a favor de alguém.

Fonte: Escreva Lola Escreva

::

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s