>MEC simplesmente manda arquivar o caso Uniban

>::

MEC simplesmente manda arquivar o caso Uniban


E perde oportunidade de fazer uma devassa nas picaretagens do ensino particular de terceiro grau

O Ministério da Educação vai arquivar o pedido de informações que seria enviado à Universidade Bandeirantes (Uniban) após a instituição desistir de expulsar a estudante Geisy Arruda. No dia 22 de outubro, ela foi humilhada e xingada por outros alunos por usar um vestido curto. Segunda-feira (9), a instituição anunciou que não vai mais expulsar a universitária. A informação é da Agência Brasil.

Para o MEC, o episódio foi superado com a decisão da reitoria de voltar atrás na expulsão. Ainda assim, a Secretaria de Educação Superior do ministério pretende acompanhar com atenção o processo de reinserção da aluna na instituição.

……………………..

O grave episódio da Uniban é sintoma. Mostra o quanto é crítica a situação das novíssimas Universidades particulares no Brasil. São falsas instituições de ensino superior, exclusivamente voltadas para faturar, em troca da concessão de um diploma ao cabo de alguns semestres de aulas formais, magras de conhecimento e gordas de boçalidade e estupidez.

Vejam que essa tal Universidade Bandeirantes de São Paulo (Uniban), com campi no ABC paulista, no Paraná e Santa Catarina, é considerada a quarta Universidade brasileira, em número de matrículas, no entanto, está em 159o lugar entre as 175 avaliadas pelo MEC. Pode-se concluir, então, que a Uniban é a 16a pior Universidade do Brasil. Mais: que a qualidade de seu “ensino” está na razão inversa do número de alunos que abriga, ou do número de vítimas que seduz em troca de um aprendizado nulo, com a difusão de “valores” que ficaram vergonhosamente escancarados no recente incidente da moça de vestido curto.

O caso Uniban foi manchete nos principais jornais do mundo, pelo caráter regressivo/reacionário dos elementos subjetivos que expôs, em contraste com a imagem internacional do Brasil que é o inverso disso, a imagem de liberalidade nos costumes, destravamento, leveza existencial, tolerância étnica, aceitação da diferença, isolamento da misoginia, etc. A Uniban é uma vergonha internacional a que todos os brasileiros estão submetidos, motivo de chacota e piadas cruéis.

Face a esse coquetel de questões perturbadoras e sintomáticas que suscita, nem assim o MEC se sensibilizou com o alcance e a profundidade do caso Uniban. O MEC simplesmente manda arquivar o caso.

Lamentável. Com tantos avanços e conquistas nestes últimos sete anos, o MEC perde oportunidade de começar uma devassa nessas “Universidades” e cursos de mentirinha, mas que constituem verdadeiras casas da moeda para seus investidores inescrupulosos e gananciosos. Mais um ponto negativo para a coluna de débitos do lulismo de resultados.

Fonte: Diário Gauche

::

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s